Autores em extinção? Há alternativas…

Nos anos de 1940 a 1960, a dita época dos baby boomers, quando pouco se preocupava de onde vinham os ovos, o alface ou o leite que consumíamos, a dieta da maioria das pessoas tinha muito açúcar, farinhas e refrigerante. De alguns anos para cá e cada vez mais isto se fortalece, as pessoas queremContinuar lendo “Autores em extinção? Há alternativas…”

O papel de mãe quando os filhos sofrem…

Que bom seria poder sentir a dor no lugar do filho, tocar o ferimento e ele sarar na hora, ter uma varinha mágica para fazê-lo parar de chorar quando está triste. Ter a capacidade de absorver a carga do mundo e deixá-lo sorrindo e aproveitando o que a vida traz de melhor. Mas criamos osContinuar lendo “O papel de mãe quando os filhos sofrem…”

Changes are the fuel of life – Storms ahead – thoughts for 2015

Storms ahead We can’t predict nor control Like life itself We can only enjoy the moments of peace and calm with our loved ones Be prepared while straighten bonds, loving and being with who we care the most Because there isn’t a way to prepare for difficult times or to size its consequences It canContinuar lendo “Changes are the fuel of life – Storms ahead – thoughts for 2015”

Diferenças culturais, mas nem tanto…curiosidades sobre a Coréia do Sul

Vivenciar diferentes culturas é sempre muito enriquecedor e promove reflexões sobre a nossa própria cultura. Lendo uma matéria hoje no Korea Joongang Daily me fez refletir sobre o quão pequeno tornou-se o nosso mundo. http://koreajoongangdaily.joins.com/news/article/article.aspx?aid=2996624 Aprendi aqui que não era hábito dos coreanos tomar café há 20 anos. Hoje alastraram-se as redes multinacionais: Starbuck’s coffeeContinuar lendo “Diferenças culturais, mas nem tanto…curiosidades sobre a Coréia do Sul”

Marketing danoso e a matéria de hoje no caderno PME do Estadão “Urgência para transformar a educação”

Há um bom tempo não escrevo no blog. Não por que não quis, mas tive que concentrar todas as forças nos últimos tempos, logicamente que nas horas extras ao trabalho, para finalizar o mestrado, ou seja, entregar os volumes e defender a dissertação. Coincidentemente ao tema do meu trabalho leio hoje a matéria abaixo noContinuar lendo “Marketing danoso e a matéria de hoje no caderno PME do Estadão “Urgência para transformar a educação””

Para descobrir o prazer de estudar e não parar de aprender…

Há inúmeros exemplos de pessoas que decidem voltar a estudar depois de há muito terem deixado os bancos escolares, quaisquer que sejam eles. Mesmo que ainda sejam uma minoria são pessoas que adquirem coragem e perdem a vergonha de sofrerem qualquer constrangimento pela idade, pela mudança de área, por começar de novo, por reaprender. MuitosContinuar lendo “Para descobrir o prazer de estudar e não parar de aprender…”