A meditação como item de consumo

Admiro o artista que cria um tempo para criar. Pode ser na madrugada sem o despertar constante daquele estado de concentração representado pelo telefone que toca, os e-mails que chegam, os afazeres, família, trabalho etc. Cada artista acha sua forma de se ausentar do real como forma de ouvir as vozes das ideias. Na semanaContinuar lendo “A meditação como item de consumo”

“Literatura vai de menos 1 a 40 graus”, artigo de hoje no Estadao de Ignácio de Loyola Brandão

Ler o artigo do Ignácio hoje fez surgir um sentimento de esperança para esse nosso imenso Brasil. Com feiras do livro espalhadas por todo o Brasil, estimula-se a leitura, o debate, a criação, a descoberta de novos talentos. O texto de Ignácio nos faz querer partir hoje mesmo para a próxima feira do livro. ConhecerContinuar lendo ““Literatura vai de menos 1 a 40 graus”, artigo de hoje no Estadao de Ignácio de Loyola Brandão”

Começou mais uma Bienal do livro Rio 2011

Ontem teve início mais uma Bienal do Livro no Rio Centro. Em tempos de livro eletrônico o mercado editorial brasileiro promove o incentivo a leitura, expondo sua criação em grandes pavilhões, estandes dos mais diversos tipos e formatos, alguns visualmente muito bonitos e criativos. Longas filas se formam para os que querem aproveitar as diversasContinuar lendo “Começou mais uma Bienal do livro Rio 2011”