A Força das gentilezas

As coincidências da vida às vezes nos fazem refletir. Daí vem a necessidade urgente de escrever sobre tais experiências e dividir com as pessoas à sua volta.

No último domingo impulsionada pelo insistente pedido das minhas gêmeas de 4 anos, levei-as no brinquedo inflável, daqueles que ficam em corredores dos templos de consumo chamados shopping centers.. As regras eram claras: 3 crianças por vez. As minhas tiraram os sapatinhos e aguardaram pacientemente, ou quase , pela sua vez. “Mamãe, por que temos que esperar?”. Por que são 3 crianças por vez em um tempo determinado de 5 min. Ufa, passou e chegou a tão esperada vez delas. Encontramos um amiguinho e lá foram os 3. Depois de menos de um minuto chega uma mãe com um garotinho e simplesmente o coloca no brinquedo ignorando a instrução da monitora de que seriam 3 crianças por vez. Olhei para a impassível monitora e aguardei o bom senso da mãe. Coincidiu com a escorregada das meninas. O menino dela ainda lutava para subir a escada. Em um instinto de ser primata ao defender sua cria a tal mãe barra minhas meninas com uma paulada de braço na barriga de uma e na barriga da outra. Estupefata as retirei do tal brinquedo e avisei que voltaria em uma hora mais apropriada. 

Em seguida assistimos ao filme “Cinderela”. A Ela que tornou-se Cinderela pela maldade das irmãs e da madrasta em nenhum momento deixou de ser gentil com elas. Em vários momentos do filme ela exerceu o poder da gentileza.

Após o filme conversei bastante com as meninas sobre o significado da gentileza e a relação desta atitude com a atitude da mãe que as agrediu no brinquedo.

Voltamos no tal brinquedo e elas se divertiram muito. Desta vez com final feliz!

  

Publicado por daniman66

Mestre em Educação: currículo pela PUC/SP. Engenheira de formação, especialista em gestão empresarial, marketing interativo e planejamento estratégico. Editora e Educadora. Tecnologia e internet são os meios que utiliza para se comunicar com seu público. Escritora/blogueira e autora do livro infantil "Tibi e Quequé e as aventuras no mundo dos adultos". Ciclista como estilo de vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: