A política das Máquinas e do circo

Ler hoje o editorial do Estadão “Sempre a corrupção” é constatar a política generalizada no Brasil do desperdício do dinheiro do contribuinte.

http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,sempre-a-corrupcao-,1112741,0.htm

No caso aborda-se o fornecimento de tratores e outros equipamentos para recapeamento de estradas para pequenos municípios, sempre entregues com um grande estardalhaço e ampla cobertura da imprensa, dentro do chamado PAC2. Esquecem-se propositadamente, entretanto, de fornecer os mecanismos e verbas para a devida manutenção dispendiosa de tais máquinas, o que resulta em sucateamento, mesmo que tais equipamentos não tenham sido sequer utilizados. Pior, há casos de prefeitos que os utilizaram para as fazendas próprias, reforma de posto de gasolina particular etc. 

Este caso faz lembrar o fornecimento de Laptops às escolas públicas, dentro do chamado UCA (Um Computador por Aluno). Na maioria dos casos tais máquinas não têm como ser carregadas por falta de simples tomadas adaptadas ao modelo-padrão adotado pelo Brasil, como não tem conexão de banda larga suficiente e distribuída pela escola. O programa também enfrenta dificuldades em conectar o conteúdo às estratégias pedagógicas. O resultado são máquinas igualmente sucateadas em pouco tempo.

Desde a época do Panem et circenses do império romano, no Brasil parece persistir, como meio de permanência no poder e perpetuação do uso da máquina pública em benefício próprio, a política de investir no que aparece, enquanto se esconde o que há de podre.

Esperamos que em 2014 as urnas possam ir aos poucos mudando este cenário.

 

Publicado por daniman66

Conselheira de Administração pelo IBGC com formação em engenharia Mecânica Aeronáutica e Mestre em Educação, além de especialista em gestão empresarial, planejamento estratégico e marketing interativo. Sustainability Management pela University of Cambridge. Climate Reality Leader (The Climate Reality Project, fundação do Ex-presidente Al Gore). ESG advocate. GRI Certified Training Center (Bridge3). Nos últimos 20 anos atuou como Vice-Presidente executiva e sócia na Manole Conteúdo. Diretora da Associação Brasileira de Direitos Reprográficos (ABDR), Membro do conselho curador da Fundação Sociedade Brasileira de Pediatria (FSBP), Membro dos comitês: Empresas Familiares do IBGC, Meio Ambiente e Energia e de Propriedade Intelectual do ICC (Bridge3). Membro do WCD, Membro do GRI, Membro do IBGC, Membro do ICC (Bridge3).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: